data='blog' name='google-analytics'/>

Seguidores

Arte e Cultura

Livro sobre 'road trips' capta cenas da vida nas estradas dos EUA


variedades, arte e cultura

¨ A road trip¨ é um símbolo da cultura americana. Desde que os carros se popularizaram, a estrada rumo ao horizonte tornou-se um símbolo de liberdade, aventura e descobertas - um lugar onde é possível se perder para depois se encontrar.

Muitas delas estão reunidas no livro The Open Road (A Estrada Aberta, em tradução livre), lançado pela Fundação Aperture e que trata as fotos feitas nessas viagens como um gênero fotográfico.

A obra traz os trabalhos de grandes nomes da fotografia americana como Robert Frank, Lee Friedlander, Inge Morath, Ryan McGinley, Ed Ruscha, Stephen Shore e Alec Soth, entre outros.

Conforme os fotógrafos embarcavam em viagens ao redor dos Estados Unidos, faziam alguns dos registros mais importantes da história da fotografia.

A influência das 'road trips' pode ser vista em diversas manifestações culturais - não apenas na fotografia, mas em livros, músicas e filmes.


Depois do lançamento do livro, a fundação Aperture realizará uma exposição itinerante, que começará em 2015 pelo Instituto de Artes de Detroit.

fonte: http://diversao.terra.com.br


Italiano visita 58 países para clicar crianças e brinquedos
por quase dois anos, o fotógrafo e jornalista italiano










Gabriele Galimberti visitou 58 países para retratar, com imagens vibrantes e coloridas, como meninos e meninas brincavam em suas casas e bairros com seus bens mais valiosos: os brinquedos. Da Índia ao Texas, passando pela Islândia, Marrocos e Ilhas Fiji, Galimberti retratou a espontaneidade das crianças com carrinhos de plástico, bonecas e toda a sorte de pelúcias.

O projeto Toy Stories rendeu o livro Histórias de Brinquedos: Fotos de Crianças ao Redor do Mundo e Suas Coisas Favoritas, lançado em março deste ano, na Europa.


“Comecei esse projeto quase por acaso. A primeira foto que fiz foi na Toscana, Itália, com Alessia, filha de um dos meus melhores amigos. Ele me pediu para fotografar seu filho, também. Quando fui à casa dele, o menino brincava com vacas. Decidi, então, fotografá-lo com os animais e os brinquedos junto. Eu realmente amei o resultado e, meses depois, quando eu estava começando a minha viagem ao redor do mundo para fotografar comunidades pesqueiras e surfistas para uma grande revista italiana, decidi tirar as mesmas fotos em todos os países”, disse Galimberti à rede de TV CNN.

“Todas as crianças fotografadas estão, de alguma forma, ligadas ao mundo da pesca e do surfe, já que foram estas pessoas que me hospedaram. São os filhos, sobrinhos, sobrinhas ou simplesmente vizinhos dos meus anfitriões”, conta Galimberti, que já teve fotos publicadas nas principais revistas do mundo, como Newsweek, Le Monde, Geo, D- La Repubblica, Io Donna, Le Temps e Vanity Fair.

Na Zâmbia, óculos viraram brinquedo
“Fiquei realmente surpreso ao ver como era fácil para as crianças compreender o meu projeto. Não quis passar nenhuma mensagem especial a ninguém. Só quis mostrar como somos diferentes mundo afora e como as pessoas se relacionam ao redor do globo.”

Uma das experiências mais inusitadas de Galimberti ocorreu na Zâmbia, África, numa pequena vila “onde não havia quase nada”: “Um lugar sem eletricidade, sem água corrente e onde é quase impossível encontrar uma criança com um brinquedo. Lá, uma caixa cheia de óculos de sol que havia caído na estrada (provavelmente de um caminhão) virou o grande brinquedo das crianças”. 


Galimberti retratou centenas de crianças, de culturas quase antagônicas, mas não titubeia quando questionado sobre qual o seu brinquedo predileto: “Quando eu tinha uns 3 anos, brincava com um macaquinho de pelúcia chamado Bongo Bongo. Esse, com certeza, foi o meu favorito”.
fonte: http://diversao.terra.com.br



Renomado fotógrafo de 'afegã de olhos verdes' expõe em Londres








Internacionalmente conhecido por sua foto da jovem órfã afegã de olhos verdes que estampou a capa da revista National Geographic Magazine em 1984, o premiado fotojornalista americano Steve McCurry tem uma relação ímpar com o Afeganistão.

Nascido na Filadélfia, McCurry cobriu conflitos internacionais e guerras civis e trabalhou por toda a Ásia, mas foi no Afeganistão que ele se moldou como fotógrafo.

Mc Curry voltou à região diversas vezes ao longo de 30 anos de carreira e construiu um arquivo de imagens que traz um ponto de vista alternativo de um país destruído pela guerra.


Este trabalho é tema da exposição Steve McCurry: Afghanistan, em cartaz em Londres. Confira os belos registros em nossa galeria!
FONTE: TERRA.COM



 Eduardo Kobra inaugura mural em Roma



john lenon



 O artista plástico e muralista brasileiro Eduardo Kobra inaugurou, na última sexta-feira (9), em Roma, o mural Paz, que tem como homenageada a jovem paquistanesa Malala Yousafzai. 
Malala é conhecida por sua luta em prol dos direitos das mulheres, especialmente em regiões comandadas por grupos como o Talibã, que impede jovens garotas de irem à escola. Bastante colorido, a obra, na qual Kobra trabalha desde 29 de abril, foi feita em parceria com o artista Agnaldo Brito. 
Também na última sexta-feira, Kobra inaugurou a exposição Peace, que fica na Dorothy Circus Gallery e, depois, na embaixa brasileira em Roma até o dia 25 de junho. É a primeira vez que o muralista brasileiro apresenta uma exposição individual no exterior.







 fonte: Terra


Artesãos de Porto União mostram a arte através da argila

Um projeto que deve marcar a cultura local e principalmente a fé do povo de Porto União (SC) e União da Vitória (PR), está sendo preparado por artistas locais.

Pensando no turismo a Prefeitura de Porto União, junto com a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, estão trabalhando para a modernização e trazer turista para a Terra do Contestado.

Além do tradicionalismo da Guerra do Contestado, a Prefeitura de Porto União, está trabalhando para a fé do povo.


arte e cultura
Uma parceria com artesãos de Porto União, em breve será colocado no acesso ao Morro da Cruz, imagens da Via Sagra.

O trabalho feito com detalhes:


arte e cultura


arte e cultura


arte e cultura



arte e cultura

Para mostrar a Via Sagra, o trabalho já começou há algum tempo. Num espaço pequeno o artista plástico Roque, com a ajuda de amigos vem trabalhando na produção de 15 quadros de tamanha grande da Via Sagra.

Segundo Roque, para finalizar a produção dos 15 quadros, serão cerca de quatro para cinco meses de muito trabalho e principalmente de criatividade para chegar aos detalhes fundamentais da época.

“Para fazer todo o trabalho leva tempo, pois temos que pegar um quadro desenhar a imagem e em seguida colocar argila e fazer as imagens com muito detalhe. Após isso os trabalhos ficam secando e em seguida colocamos em formas grandes e é colocado cimento. Depois de seco quebramos o gesso e a argila e temos a imagem pronta”. Comenta Roque.


Segundo o prefeito de Porto União, em sua entrevista na Sexta-Feira Santa, em breve as imagens serão colocadas no Morro da Cruz.
fonte: http://colmeia.am.br
==========================================
Estátua de Bieber é retirada de museu por
 desgaste causado por fãs







Uma estátua de Justin Bieber foi retirada do museu Madame Tussauds, em Nova York, para reparos. Segundo o The New York Post, o boneco ficou desgastado por ser muito tocado e beijado por empolgadas fãs.


“As cordas e barreiras não foram suficientes para impedir que as centenas de fãs tirassem fotos com ele”, disse um porta-voz. Ele ainda afirmou que lamenta o ocorrido, mas espera que devolvam a obra em breve e com uma nova estátua, mais adulta. 
fonte: http://diversao.terra.com.br



Camila Pitanga ganha selinho do pai após estreia de peça no Rio



Camila Pitanga recebeu muito carinho na estreia da peça O Duelo, no Espaço Tom Jobim, no Rio de Janeiro, na quinta-feira (6). Entre os convidados estiveram o pai da atriz, Antonio Pitanga, o irmão, Rocco Pitanga, e a madrasta, Benedita da Silva. Amigos de Camila também prestigiaram o espetáculo, como Bárbara Paz e Carla Marins.

Estrelado e produzido (em parceria com Aury Porto) por Camila Pitanga, O Duelo é um texto do contista russo Anton Tchékhov, com direção de Georgette Fadel. A peça concorre ao Prêmio Shell na categoria de melhor música, para a direção musical de Otavio Ortega e Lucas Santtana.








http://diversao.terra.com.br